quarta-feira, 23 de outubro de 2019

CHICO BUARQUE E A PAIXÃO PELO NETO CHIQUINHO...POR BERNARDO CELESTINO PIMENTEL.





               CHICO BUARQUE DE HOLANDA SEMPRE DEMONSTROU PAIXÃO PELO SEU NETO, O CHIQUINHO, FILHO DA SUA FIHA COM CARLINHOS BROW...
              TAMBÉM PERCEBEU QUE OS NETOS TEM GOSTO DE AÇÚCAR, COMO FALAVA DIX UIT-ROSADO, A MINHA MÃE.
               AINDA LACTENTE, chiquinho INSPIROU O AVÔ BRILHANTE  EM UMA COMPOSIÇÃO...
              A MÃE DE CHIQUINHO, UMA ATRIZ, TINHA MUITOS COMPROMISSOS, E SE AFASTAVA MUITO DO REBENTO...CHICO COMEÇOU A OBSERVAR AS REAÇÕES DO NETINHO NO BERÇO...E QUESTIONAVA:PARA ONDE MAMÃE VAI...POR QUE ELA NUNCA TEM TEMPO, E DAÍ SAIU UMA LINDA COMPOSIÇÃO: A CANÇÃO EDIPIDIANA, QUE É UMA ALUSÃO AO COMPLEXO DE ÉDIPO...FOI MUITO ESTUDADA NA PSIQUIATRIA...A MÚSICA FOI COMPOSTA POR GUINGA, DENTISTA COMPOSITOR, ESPECIALIZADO EM ARRANJOS MUSICAIS SOFISTICADOS, APURADOS..
               UMA MÚSICA DE GUIGA JÁ NASCE COMPLEXA NA SUA HARMONIA, UMA ELABORAÇÃO DIFÍCIL...
               CERTA VEZ ESCUTEI DO PRÓPRIO CHICO BUARQUE ESTE COMENTÁRIO:A MÚSICA QUE  GUINGA FEZ COMIGO É TÃO DIFÍCIL DE TOCAR, QUE EU SÓ CANTO SE ELE ESTIVER ACOMPANHANDO, TAL A DIFICULDADE DO ACOMPANHAMENTO...ISTO CARACTERIZA A MÚSICA DO GUINGA...
              OS VERSOS DA CANÇÃO EDIPIDIANA SÃO BELÍSSIMOS, PROFUNDOS,POÉTICOS,E SÃO AS PERGUNTAS QUE UM MENINO NO BERÇO TEM VONTADE DE PERGUNTAR A A UMA MÃE OCUPADA, QUE TRABALHA MUITO FORA DE CASA...

              NO PRÓXIMO DIA 25 DE AGOSTO, CHICO LANÇA UM CD COM SETE MÚSICAS...CINCO DELAS INÉDITAS...UMA DESTAS MÚSICAS INÉDITAS É UMA COMPOSIÇÃO DE CHIQUINHO, CUJO TALENTO VEM DE CHICO BUARQUE E DO PAI CARLINHOS BROW...BONDADES DE AVÔ PARA O NETO, QUE TAMBÉM TEM O SEU NOME...
               DIFÍCIL AGORA É COMPRAR UM  CD NOVO...AS LOJAS DE CD ESTÃO MORRENDO, ATÉ A DA RIO CENTER...COMO ESTÁ EM COMA A DAS AMERICANAS...
             vou ter que comprar CD pela internet, apesar de não gostar de compra pela internet com cartão de crédito...aliás, nunca comprei.

               O NOME DO NOVO CD DO CHICO É CARAVANAS, E JÁ GOLEIA COM UMA MCOMPOSIÇÃO BELÍSSIMA: A TUA CANTIGA.

AS CRIANÇAS, O VELHO E O CAVALO...POR BERNARDO CELESTINO PIMENTEL



          Um homem, carroceiro,teria de andar seis quilômetros para chegar ao seu destino...

caminhavam os três, á frente da carroça...ele  e  os dois netos...

enfim entraram na rua grande do povoado...

Na primeira calçada, uma roda de comadres, uma mulher lhe falou:

 como vocês são tolos...

ainda vão caminhar tanto,indo de pés,quando tem um cavalo novo, que puxaria os três sentados na carroça...

          O  HOMEM, na sua humildade,pois um carroceiro só olha para o chão, subiu com os dois netos na carroça, e continuou a viagem...

          AO CHEGAR NO PRÓXIMO POVOADO, passa numa calçada,onde um grupo de homens tomavam umas e outras...um  homem já puxando fogo, falou:

QUE POVO RUIM, EXPLORANDO O CAVALO...pobre animal, puxando o peso de três pessoas...

          O CARROCEIRO, que só conta com DEUS, a estrada e o cavalo,em ato contínuo, obediente,tirou todo mundo da carroça...e seguiu o seu destino...

          NO FIM DO MESMO POVOADO, HAVIA UMA RODA DE ANCIÕES, CONVERSANDO E FUMANDO CACHIMBO...

FALAVAM OLHANDO PRO CÉU,RECLAMANDO DA FALTA DE CHUVAS... QUE PARECE QUE IRIA CHOVER...

QUANDO A CARROÇA PASSOU, UM DOS VELHOS GRITOU  pro carroceiro: o senhor já tem oitenta anos, é um crime andar tanto, á pé...

suba na carroça e deixe os meninos puxarem as rédeas do cavalo...

          O CARROCEIRO, a esta altura humilhado,já com a auto estima ferida cronicamente, pelas intempéries de quem vive de uma carroça,sobe no veículo e prossegue a caminhada...

          NO PRÓXIMO POVOADO, a sede do sindicato, havia uma reunião de alguns jovens da esquerda festiva...todos de barba e cavanhaque...

com chinelas de couro cru, de rabicho:

DISCUTIAM EFUSIVAMENTE, DE COMO PODERIAM FAZER, PARA TOMAREM DOS QUE TRABALHARAM...

PARA CONSEGUIREM BONS CARGOS,POIS A ESQUERDA ESTAVA NO PODER...

AO VEREM OS TRANSEUNTES, UM DOS
SOCIOPATAS GRITOU:

          O SENHOR NÃO SE ACANHA...BEM SENTADO NA CARROÇA, E AS CRIANÇAS COM OS PÉS LIXANDO AS PEDRAS...

PODEMOS LHE DENUNCIAR NO CONSELHO TUTELAR...

VELHO SAFADO, EXPLORANDO CRIANÇAS ...

          O ANCIÃO DESCEU DA CARROÇA,NA MESMA VELOCIDADE QUE AS LÁGRIMAS DESCERAM DOS SEUS OLHOS...

OLHOU PARA O CÉU, E PEDIU  A DEUS, PARA TER ÂNIMO  PARA COMPLETAR OS SEUS DIAS...

E MUITO EMOCIONADO FALOU AOS DOIS NETOS:

 o substrato da humanidade é a incompreensão...

ninguém,jamais, agradará todo mundo...

e aproveitando o ensejo contou as crianças:


vejam só como é a voz do povo...

HÁ MUITOS ANOS, JESUS CRISTO ESTAVA SENDO JULGADO ENTRE DOIS LADRÕES...


O JUIZ COVARDE, NÃO ENCONTRANDO CRIME EM JESUS, TRANSFERIU A RESPONSABILIDADE PARA O POVO:

EU LIBERTO JESUS CRISTO OU BARRABÁS ? QUE ERA O LADRÃO...

O POVO GRITOU: LIBERTA BARRABÁS...

E JESUS  CRISTO ?PERGUNTOU SOLENEMENTE O JUIZ....

O POVO RESPONDEU EM UNÍSSONO: CRUCIFICA-O.

PORTANTO,NUNCA ACREDITEM QUE A VOZ DO POVO É A VOZ DE DEUS...

NEM SEMPRE...

SEM MEDO DE ME TORNAR VIDRAÇAS...POR BERNARDO CELESTINO PIMENTEL.



               Quando a gente  tira aquele cartão de idosos, usado nos estacionamentos, há qualquer coisa de mudança no nosso estado psíquico:você agora é idoso, por mais que o espírito não esteja pronto.
            Aos poucos você percebe que os relógios giram os seus ponteiros pra trás, e as escadas fogem dos seus pés...
          Aos poucos  vai percebendo que suas vestes se escondem dentro das suas malas,se auto empacotam, e algumas delas fecham , sozinhas as suas trancas...
surpreende seus sonhos correndo e se escondendo dentro de impenetráveis e inacessíveis Baús...devagar, lentamente, as coisas mudam...a vida muda, apesar do seu fingimento para desmentir o que o seu coração percebe...
          Um dia você percebe que antes mijava no chapéu e que agora está mijando na meia, mesmo  fingindo nas academias...
          Constata se uma profunda alteração no seu eu...falta-lhe o eu, e este eu era TUDO...
          Ratifica-se o que falava Fernando Pessoa:
          EU VEJO-ME E ESTOU SEM MIM,
          CONHEÇO-ME MAIS NÃO SOU EU...
          Ai quem me dera o tempo,quando o sorriso dos meus lábios eram acompanhados do sorriso da minha alma, sincrônicos, no mesmo sentido, na mesma direção  e no mesmo módulo...
          Mas chega o tempo que  o lábio sorrir enquanto a alma chora, e a linha do horizonte se apresenta como a sua última e definitiva rota.
          o melhor é que você perde o medo de se tornar vidraças,pois na mocidade, você é um cristal de vidro, que se quebra quando cai.

terça-feira, 22 de outubro de 2019

UM HOMEM CHAMADO JOCA...POR BERNARDO CELESTINO PIMENTEL





               ESTA SEMANA TIVE UMA ALEGRIA:VÍ UM DISCURSO DE JOCA NA TV CÃMARA, SENDO HOMENAGEADO PELO DIA DO MÉDICO...
               FELIZ PELA RECUPERAÇÃO DA SUA SAÚDE, FELIZ POR VER MEU AMIGO QUERIDO, QUE JÁ SE DEDICOU TANTO  A MIM, QUE ME AJUDOU A SUBIR A LADEIRA, NAS SUAS CURVAS MAIS ÍNGRIMES...
               JOCA É  UM CONJUNTO INTERSECCÇÃO QUE REÚNE TRABALHO,DEDICAÇÃO,BOM SENSO,HUMILDADE, E HUMANISMO...ACREDITO EM JOCA...TENHO MOTIVOS PARA ISTO:TRABALHEI NO CURSO HIPÓCRATES COMO PROFESSOR DE BIOLOGIA JUNTAMENTE COM ELE...
          QUANTAS VEZES JOCA ME LEVOU LIVROS NOVOS DE BIOLOGIA, QUE ME DOAVA PARA EU SEMPRE ESTAR ATUALIZADO...
          COMO ELE SE PREOCUPAVA  DIRIGINDO AS MINHAS AULAS NA TELEVISÃO...
               JOCA É UMA ESPERANÇA NA POLÍTICA DO RN, QUE VIROU BOSTA DE CABRA ELEVADA A ENÉSIMA POTENCIA...REPUTO JOCA COMO O NOSSO MESSIAS, PARA ESTE ESTADO HÁ MUITO SEM GOVERNO...
               NO SEU DISCURSO, JOCA ENFATIZOU A EMPATIA, A CAPACIDADE DE QUEM ESTÁ FALANDO FICAR NO LUGAR DE QUEM ESTÁ OUVINDO...
               GRITOU POR SOCORRO Á SAÚDE DO RN...GRITOU QUE QUEM NÃO TEM DÓ DO PACIENTE POBRE NÃO PODE SER MÉDICO...
               JOCA SEMPRE FOI ASSIM, CARIDOSO,SENSÍVEL, IRMÃO,RESPONSÁVEL, HUMILDE...
               AGORA, QUE SOBREVIVEU A UM DESASTRE NA SUA SAÚDE, VOLTA COM TODO GÁS, LUTANDO PELA IMPLANTAÇÃO DE UM HOSPITAL MUNICIPAL,UMA ARTICULAÇÃO SUA COM O MINISTRO DA SAÚDE...
               CERTA VEZ, EM CONVERSA RESERVADA COM A MÃE DE JOCA, ELA ME CONTOU NUANCES GENIAIS DA SUA VIDA...
               QUANDO O PAI DE JOCA MORREU, ELE ERA UMA CRIANÇA SÓ ESBOÇAVA NO ROSTO PREOCUPAÇÕES:MÃE QUEM VAI NOS SUSTENTAR AGORA...QUEM VAI FAZER A NOSSA FEIRA...SOFRIA  FAZENDO ESTAS PERGUNTAS...IMPRESIONOU SE COM ISTO, E NUNCA MAIS PAROU DE TRABALHAR, ECONOMIZAR E SER A CADA DIA MAIS HUMILDE...
               FOI UM HOMEM QUE  FICOU RICO, MAS CONTINUA USANDO SEIVA DE ALFAZEMA...
               TEM UM AMOR ESPECIAL AO PACIENTE POBRE...LUTA POR ESTE POVO...
               JOCA É O NOSSO GRANDE MESSIAS, TEM CONDIÇÕES PLENAS DE DIRIGIR NATAL E/OU O RN...
               NOS LIVRAR DESTA PESTE DE ANTI GOVERNADORES QUE ASSOLOU ESTE ESTADO NOS ANOS 2.OOO...
               É UM HOMEM CAPAZ DE ACABAR COM ESTA SANGRIA DE DINHEIRO, QUE TRANSBORDA NESTES FORRÓS OFICIAIS, NOS CIRCOS DO GOVERNO PARA ILUDIR O POVO.
               NO SEU DISCURSO, GOSTEI DA SUA CONVOCAÇÃO Á FERNANDO LUCENA, PARA CONSEGUIR O TERRENO PARA O HOSPITAL MUNICIPAL...
               NÃO SOU DO PT...JÁ FUI LOUCO PELO PT...JÁ ADOREI LULA, MAS ACREDITO EM FERNANDO LUCENA, DESDE QUE O SURPREENDI, NUMA ENTREVISTA INFORMAL EM SUA CASA,CAIR NO CHORO, AO FALAR DOS POBRES...
               E EU BEIJO OS PÉS DE QUEM CHORA PELOS POBRES:SÃO INDÍCIOS DE UM BOM CARÁTER...
               JOCA SIGA EM FRENTE, USE A SUA DETERMINAÇÃO PARA MUDAR ESTA SACANAGEM QUE SE ESTABELECEU NO RN...RETRIBUA A DEUS A SUA CURA...VOCÊ SERÁ O NOSSO MESSIAS..O NOVO...
               CONTE COM DR BERNARDO PARA ENFRENTARMOS ESTA SÚCIA, ESTA CORJA ORGANIZADA...
               QUE DEUS NOS PROTEJA.

MEU AMIGO...POR BERNARDO CELESTINO PIMENTEL.



          SOU UM HOMEM DE POUCOS AMIGOS E NÃO SOU AVE QUE VOA EM BANDO, TAMBÉM NÃO VIVO DE VIVAS E NEM MORRO DE MORRA...
          NÃO  TENHO EXCESSO DE AMIZADES...A MAIORIA DOS MEUS AMIGOS ME TRAIU...
          TER COLEGAS , SE RELACIONAR BEM, NÃO É TER AMIGOS.

        MAS TENHO AMIGOS...ESTE EU MANTENHO DEBAIXO DE SETE CHAVES, NO SEPTO DO CORAÇÃO...
          HÁ 40 ANOS TENHO UM AMIGO QUE ESTIMO E QUERO BEM...SEMPRE FOI CORRETO COMIGO, SEM EXCESSO DE PAPARICOS, SEGUINDO A MÍSTICA DE JÚLIA BEZERRA, A MINHA AVÓ PATERNA:
          QUEM É MUITO SEU AMIGO, NÃO É AMIGO NEM É NADA...PORTANTO NÃO GOSTO DE EXCESSO DE AMIZADES...
          MAS TENHO UM AMIGO LEAL, QUE HÁ QUARENTA ANOS CONVIVEMOS DIARIAMENTE...NUNCA NOS ABORRECEMOS, NOS RESPEITAMOS AVIDAMENTE, NOS QUEREMOS BEM:
          HOJE QUERO TOCAR OS SINOS PARA DR. RICARDO ZÁCCARA, QUE A VIDA TORNOU MEU IRMÃO...
          FOI O HOMEM QUE ME DEU A MÃO, QUANDO PRECISAVA DE UM CONSULTÓRIO PARA ATENDER...ME DEU UMA MÃO EXTENDIDA...ME DEU O MELHOR...ME DEU O QUE UM AMIGO PODE DAR...TESTEMUNHO OS SEUS QUARENTA ANOS DE ATENÇÃO, CORREÇÃO, ESTIMA, APREÇO, E O APREÇO NÃO TEM PREÇO...ESTAS MESMAS QUALIDADES RECEBO DA SUA ESPOSA, GERENTE DA NATAL CLÍNICA, ONDE NUNCA PRESENCIEI UMA DESAVENÇA, UM MAL ENTENDIDO, UMA INCOMPREENSÃO...
          NA NATAL CLINICA , ENCONTRO PESSOAS BOAS, QUE LUTAM PARA QUE A VIDA DÊ CERTO...
          SOU MUITO GRATO A RICARDO ZÁCCARA E A ISAURA, SEM FALAR NAS FUNCIONÁRIA MÁRCIA E SUELEIDE...A BONDADE DE VOCÊS, MARCARAM  A MINHA VIDA E ME ENSINARAM A SER MELHOR...
          VOCÊS MARCARAM A  MINHA VIDA...SEMPRE HÁ UM DIA PARA SE AGRADECER...MEU MUITO OBRIGADO A VOCÊS...VOCÊS ADOÇAM MEU CORAÇÃO...
             MEU MUITO OBRIGADO.

sábado, 19 de outubro de 2019

VERSOS DE NATAL - Manuel Bandeira
"Espelho, amigo verdadeiro,
Tu refletes as minhas rugas,
Os meus cabelos brancos,
Os meus olhos míopes e cansados.
Espelho, amigo verdadeiro,
Mestre do realismo exato e minucioso,
Obrigado, obrigado!
Mas se fosses mágico,
Penetrarias até ao fundo deste homem triste,
Descobririas o menino que sustenta esse homem,
O menino que não quer morrer,
Que não morrerá senão comigo.
O menino que todos os anos na véspera de Natal
Pensa ainda em pôr os seus chinelinhos atrás da porta.
das memórias do tio paulo bezerra:
1...MECANISMO DANADO É O DA GALINHA : COME DURO E CAGA MOLE...
2...O QUE EU TENHO NA CABEÇA SÓ QUEM COME É O CEMITÉRIO...
3...NÃO PAGA NEM PROMESSA DE AREIA, MORANDO NA PRAIA...
NAQUELA CASA, A RAPARIGAGEM VEM PASSANDO DE MÃE PRAS NETAS, DESDE 1937...
4...É UM HOMEM TÃO POBRE, QUE SÓ POSSUI DINHEIRO...
5...AH SE UM GENERAL DESTE, TIVESSE NA CABEÇA UM PENTELHO DE FIDEL CASTRO...
6...É MELHOR DESTA FORMA...TODA VIDA E MAIS SEIS MESES...
7...AQUELE ALÍ É TÃO SAFADO, QUE ENGANA ATÉ A MÃE DE PANTANHA...
8...MULHER FEIA E JUMENTO SÓ QUEM PROCURA É O DONO...
9...É TÃO FECHADO COMO UM CÚ DE CALANGO
...
10...FULANO, QUANDO PENSA PEIDA E QUANDO FALA CAGA....
11...JOÃO PRETO? NÃO ARMA MAIS NEM O BONECO...
12...DEU CERTINHO COMO BOCA DE BODE...
13...CONTA VELHA NÃO SE PAGA, E AS NOVAS A GENTE DEIXA FICAREM VELHAS...
14...O RELÓGIO ADIANTAVA TANTO , QUE EU FUI PRO ENTERRO, E QUANDO CHEGUEI LÁ O HOMEM AINDA NÃO TINHA MORRIDO...
15...A VIDA É TOCAR FLAUTA: SE TAPA UM BURACO E SE ABRE OUTRO...

O MESTRE...POR BERNARDO CELESTINO PIMENTEL.



O MESTRE E OS DISCÍPULOS...OS DOUTORANDOS:


NASCÍ PARA ENSINAR...sei transmitir...pontifico numa sala de aula...

AOS vinte anos, o menino até então rico, teve que enfrentar a sala de aula, para concluir medicina, quando cheguei a dar, até doze aulas por dia...PONTIFIQUEI NOS CURSINHOS:ERA O PROFESSOR DE BIOLOGIA...ensinava nos principais pre-vestibulares de Natal:MARISTA, CIC,HIPÓCRATES, mas comecei ensinando o supletivo, no CURSO DELTA...

DEPOIS DE FORMADO,continuei ensinando na universidade, no curso médico, apesar de nunca poder ter sido professor de direito, pois tinha dois contrato de médico, onde o salario é quase tres vezes , o de professor...MAS, cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é...

SE fosse começar hoje,seria como professor,mesmo ganhando um terço do salário...A UNIVERSIDADE É DOS PROFESSORES DE FATO... médico dentro de Universidade, é comunista em época da revolução...mesmo que este médico seja um grande professor...

Certa vez, ao chegar na sala do chefe, escutei o seguinte desabafo, de um médico: EU QUERO QUE O SENHOR ME DISPENSE DE DAR ESTA AULA...SEI QUE DOU UMA AULA MUITO RUIM, E OS ALUNOS TAMBÉM A ACHAM MUITO RUIM...O ASSUNTO TAMBÉM É MUITO RUIM...O CHEFE,coçava a cabeça e argumentava:ninguém pode tirar esta aula do curso médico...está no currículo...me apresente uma solução ? o Médico respondeu:SÓ EXISTE UMA FORMA DESTA AULA SE TORNAR ATRATIVA E BOA,PEDIR A DR. BERNARDO PARA PROFERI-LA...É QUEM PODE CLAREAR UM ASSUNTO CHATO...TORNA-LO AGRADÁVEL...e o chefe me cantou: vai ou fica? o chefe era DR. ONOFRE LOPES JUNIOR...


Resultado, fiquei com o assunto e a aula...fiz de um tema complicado, uma aula objetiva e atraente...foi sempre assim...os assuntos difíceis e chatos, eu com o meu esforço e a minha didática, tornava-os atraentes e digeríveis pelos estudantes...

OS TEMAS que eu ensino melhor, são aqueles que eu tive mais dificuldades de aprender...quer ver uma aula boa, deixe eu falar de um assunto que eu achava difícil....

FAZ trinta e seis anos que eu enfrento sala de aula...nunca entrei numa sala de aula sem me estressar muito, e me preparar antes...nunca fiz da sala de aula uma coisa rotineira...quanto maior o estresse para a aula, melhor vai ser o show...

TOM JOBIM DIZIA:DUAS HORAS ANTES DE UM SHOW ,minha adrenalina sobe muito,me estresso com se fosse o primeiro,apesar de ser mais um...

CHICO BUARQUE também diz, que as horas que antecedem um SHOW são de extremo estresse...daí a bebida antes do SHOW... OS DOIS AGRADECEM O ESTRESSE, poi é a certeza de um grande SHOW...


SEI QUE EXISTEM PROFESSORES , de certas universidades, que chegam atrasados do trabalho, e suas aulas é ler um livro, SENTADO...eu penso diferente...dar uma aula é com partilhar a sua inteligencia com os outros...estimulando-os, falando da ciência e da vida, mostrando experiências...


SOU UM HOMEM DE CORAÇÃO ABERTO, para aprender todo dia...aprendo muito ensinando...quando falo para futuros médicos, além da ciência médica em se, ensino com palavras e com exemplo, que MEDICINA é uma especialidade diferente...

DAS ARTES, É A ARTE DE CURAR, A QUE MAIS SE APROXIMA DE DEUS...MEDICINA NÃO É COMERCIO... E A VIDA,é a coisa mais importante de uma pessoa, jamais pode ser motivo de cobiças,descaso e de insensibilidade...UM MÉDICO, ALÉM DE TUDO, DEVE SER UM HUMANISTA, E SE SEGURAR NA MÃO DE DEUS...

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

sábado, 12 de outubro de 2019

DO CARALHO...POR BERNARDO CELESTINO PIMENTEL


          caralho é sinônimo de pênis, órgão sexual masculino, na linguagem popular....

          O referido termo é português e significa um cesto, localizado na parte mais alta da embarcação, caravelas ou embarcações á vela.

          o local que fica nos mastros mais altos de uma embarcação chama-se a Gávea...lá encontramos um cesto, o CARALHO, onde viaja o marujo que primeiro vai gritar terra á vista.
          no caralho se transmite as maiores ondulações de uma embarcação, a maior ventania...
          era designado a força, um marujo para ir no  caralho...
          Com  o tempo quem precisava de uma punição era mandado para o caralho, que era um lugar ruim:frio,ondulante, apertado  e com muito vento...caralho começou a ser usado como uma coisa ruim...se mandava o chato para o caralho.
          era do  promontório de sagres, Lisboa, que saíam as grandes navegações em busca de descobrir novas terras, sobretudo chegar  na Índia.
          Conheço pessoalmente o promontório de Sagres.
          Uma famosa escritora do Brasil disse: a intelectualidade é cara...produzir literatura requer um bom ambiente, isolamento e boas condições locais,um certo luxo e conforto...
          Baseado nisto, montei  em Pirangi, na minha varanda no primeiro andar, um recanto para escrever:bucólico, de onde avisto da orla de cotovelo a orla de Pirangi...Portanto, passo a escrever daqui do meu caralho, tendo o mar á vista....
          desmenti a velha frase: quem é rico mora na praia...

Em direção á foz...por Bernardo Celestino Pimentel

   


                          NAVEGO em direção à FOZ,
tenho ânsias de encontrar  o MAR , afinal como dizia o Almirante Holandez , ADRIAN Piter:
                     Somente o mar é um túmulo digno de um Almirante Batavo...
                    Isto não quer dizer que o desembarque esteja prestes, ou que seja  muito tardio...ESTA é a questão da vida  sem resposta...è a pergunta  e o assunto mais INCOGNOSCÍVEL DA EXISTÊNCIA...
               INCOGNOSCÍVEL É AQUILO QUE VOCÊ VIVE PROCURANDO UMA RESPOSTA MAS NUNCA ENCONTRA, MAS NÃO DESISTE DE PROCURA-LA PERMANENTEMENTE, E  É UM COMPONENTE DA GRANDE ANGÚSTIA QUE SUJA OS HOMENS...ESTE ASSUNTO, A VIDA TEM DE PROPÓSITO PARA CONFUNDIR OS HOMENS...PARA REVELAR A SUA INSIGNIFICÂNCIA DIANTE DELA: NIVELAR OS HOMENS...COLOCAR NA MESMA EMBARCAÇÃO O PATRÃO E O PEÃO...O SOLDADO E O GENERAL...
               OUTRO GRANDE EXEMPLO PEDAGÓGICO E DIDÁTICO DA VIDA É A PRIMAVERA...A SUBLIME PRIVAVERA , A PRIMA QUE É VERDADEIRA, COM  TODO SEU ESPLENDOR , NÃO ESCOLHE JARDINS: DE REPENTE ROMPE SE DE FLORES, INUNDA OS OLHOS DE COROLAS E DE CÁLICES NA GAMELA DO PEÃO DA FAVELA, NA LAGE, DA MESMA FORMA QUE NOS JARDINS  DO PALÁCIO DA ALVORADA...ISTO TEM UM SENTIDO, UM APRENDIZADO, UMA LIÇÃO: A IGUALDADE DOS HOMENS DIANTE DO CÉU...
               NÃO EXISTE REMÉDIO PARA NÃO MORRER...
               TODO DIA O BARÃO SE PERGUNTA: AH SE A MORTE ENGOLISSE BOLA?   LEDO ENGANO:
               O HOMEM É UM SER QUE CAMINHA PARA A MORTE, APESAR  DO PACIENTE DOS HOSPITAIS RICOS DE SÃO PAULO ACHAREM QUE MORRERAM MAIS MORRERAM MUITO MELHORADOS, COMO DIRIA DR FRANCISCO RAMOS, EM NOVA CRUZ.
               VOU NAVEGANDO EM DIREÇÃO AO DELTA, ESCUTANDO O GRITO DO IMPACIENTE CAPATAZ  DA RIBANCEIRA, QUE COM RELAÇÃO A MIM, NAVEGA PARA TRÁS.


          Minha  ultima visita á  minha querida amiga Lindalva Andrade Bezerra, esposa do meu querido tio paulo Bezerra Souto: o nosso último ADEUS...UM dos GRANDES AMORES DA MINHA VIDA, COM CORRESPONDÊNCIA BIUNÍVOCA DE AFETO E ADMIRAÇÃO.

SOBRE A BARRIGA...

               

Celso Sanches: Barriga é barriga Barriga é barriga,...

Barriga é barriga

Barriga é barriga, peito é peito e tudo mais.
Confesso que tive agradável surpresa ao ver Chico Anísio no programa do Jô, dizendo que o exercício físico é o primeiro passo para a morte.

Depois de chamar a atenção para o fato de que raramente se conhece um atleta que tenha chegado aos 80 anos e citar personalidades longevas que nunca fizeram ginástica ou exercício - entre elas o jurista e jornalista Barbosa Lima Sobrinho - mas chegou à idade centenária, o humorista arrematou com um exemplo da fauna, a tartaruga com toda aquela lerdeza, vive 300 anos. Você conhece algum coelho que tenha vivido15 anos?

Gostaria de contribuir com outro exemplo, o de Dorival Caymmi. O letrista, compositor e intérprete baiano é conhecido como pai da preguiça. Passa 4/5 do dia deitado numa rede, bebendo, fumando e mastigando. Autêntico marcha-lenta, leva 10 segundos para percorrer um espaço de três metros.

Pois mesmo assim e sem jamais ter feito exercício físico, completou 90 anos e nada indica que vá morrer tão cedo.

Conclusão: Esteira, caminhada, aeróbica, musculação, academia? Sai dessa enquanto você ainda tem saúde! E viva o sedentarismo ocioso!

Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo.Você terá toda eternidade para ser só osso!!! Então: NÃO FAÇA MAIS DIETA!! Afinal, a baleia bebe só água, só come peixe, faz natação o dia inteiro, e é GORDA!!! VIVA A BATATA FRITA E O CHOPP!
Você tem pneus? Lógico, todo avião tem!
Nota: A autoria é muitas vezes atribuída erroneamente a Arnaldo Jabor.

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

                   

LINKS

          https://youtu.be/61yzXRsxXjc


          https://youtu.be/8fuCCMJckcA

LEMBRANÇAS...CANÇÃO DO CD:MÉDICO POPULAR BRASILEIRO VOLUME IX

               Lembranças

Letra: Poetisa ANNA LIMA 1901

Música e Voz: Bernardo Celestino Pimentel


               Divulgo a luz do seu olhar querido,
da tarde aos dourados arrebóis,
e no canto dos pássaros sentido,
a ternura gentil da sua voz....


              E sempre quando a noite além flutua,
o mesmo Encanto vem me inebriar,
se fito os raios pálidos da lua,
se fito as ondas tremulas do mar?

                    Da sua imagem plena de beleza,
eu vejo em tudo a  Meiga suavidade,
mas nada diminui minha Tristeza,
mas nada diminui minha Saudade?

LEMBRANÇAS...LETRA: POETISA ANNA LIMA PIMENTEL... MÚSICA E VOZ: BERNARDO CELESTINO PIMENTEL

LEMBRANÇAS...CANÇÃO DO CD:MÉDICO POPULAR BRASILEIRO VOLUME IX

               Lembranças

Letra: Poetisa ANNA LIMA 1901

Música e Voz: Bernardo Celestino Pimentel


               Divulgo a luz do seu olhar querido,
da tarde aos dourados arrebóis,
e no canto dos pássaros sentido,
a ternura gentil da sua voz....


              E sempre quando a noite além flutua,
o mesmo Encanto vem me inebriar,
se fito os raios pálidos da lua,
se fito as ondas tremulas do mar?

                    Da sua imagem plena de beleza,
eu vejo em tudo a  Meiga suavidade,
mas nada diminui minha Tristeza,
mas nada diminui minha Saudade?

AS HORAS...CANÇÃO DO CD, MÉDICO POPULAR BRASILEIRO VOLUME IX.



               As Horas
          Letra:da Poetisa Anna Lima Pimentel.1901
          Música e voz: Bernardo Celestino Pimentel...2019


               Manhã, o Sol formoso e alvissareiro , surge do azul da Tela esplendorosa,
abre na terra a derradeira ROSA,
brilha no céu  o astro derradeiro...

          Por que não vens na hora dos Fulgores,como a luz, como os Sonhos, como as Flore? bis

               Tardes, cantos  de Aves arredias,pelos ramos das árvores frondosas,
voam canções pungentes e sombrias,lá no seio das ondas rumorosas...
          Por que não vens na hora da Tristeza, como os Salmos gentis da  Natureza?bis


                Noites trespassam trevas embaladas, sobre as ASAS das brisas peregrinas,
 e as Frondosas estrelas desmaiadas, enche o Azul de luzes pequeninas...
          Por que não vens na hora  da POESIA,como as estrelas, como  a NOITE FRIA? bis 

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

AUTA DE SOUZA:VIDA E MORTE...

Auta de Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa
Auta de Souza
Fotografia de Auta de Souza (1900).
Nascimento12 de setembro de 1876
Macaíba
Morte7 de fevereiro de 1901 (24 anos)
Natal
NacionalidadeBrasil Brasileira
OcupaçãoPoetisa
Magnum opusHorto
Auta de Souza[1] (Macaíba12 de setembro de 1876 — Natal7 de fevereiro de 1901) foi uma poetisa brasileira da segunda geração romântica (ultrarromânticabyroniana ou Mal do Século), autora de Horto.
Escrevia poemas românticos com alguma influência simbolista, e de alto valor estético. Segundo Luís da Câmara Cascudo, é "a maior poetisa mística do Brasil".[2]

Vida[editar | editar código-fonte]

Filha de Elói Castriciano de Souza e Henriqueta Leopoldina Rodrigues e irmã dos políticos norte-rio-grandenses Elói de Sousa e Henrique Castriciano.
Ficou órfã aos três anos, com a morte de sua mãe por tuberculose, e no ano seguinte perdeu também o pai, pela mesma doença. Sua mãe morreu aos 27 anos e seu pai aos 38 anos.
Durante a infância, foi criada por sua avó materna, Silvina Maria da Conceição de Paula Rodrigues, conhecida como Dindinha, em uma chácara no Recife, onde foi alfabetizada por professores particulares. Sua avó, embora analfabeta, conseguiu proporcionar boa educação aos netos.
Aos onze anos, foi matriculada no Colégio São Vicente de Paula, dirigido por freiras vicentinas francesas, e onde aprendeu Francês, Inglês, Literatura (inclusive muita literatura religiosa),[3] Música e Desenho. Lia no original as obras de Victor HugoLamartineChateaubriand e Fénelon.
Quando tinha doze anos, vivenciou nova tragédia: a morte acidental de seu irmão mais novo, Irineu Leão Rodrigues de Sousa, causada pela explosão de um candeeiro.
Mais tarde, aos catorze anos, recebeu o diagnóstico de tuberculose, e teve que interromper seus estudos no colégio religioso, mas deu prosseguimento à sua formação intelectual como autodidata.
Continuou participando da União Pia das Filhas de Maria, à qual se uniu na escola. Foi professora de catecismo em Macaíba e escreveu versos religiosos. Jackson Figueiredo (1914) a considera uma das mais altas expressões da poesia católica nas letras femininas brasileiras.[3]
Começou a escrever aos dezesseis anos, apesar da doença. Frequentava o Club do Biscoito, associação de amigos que promovia reuniões dançantes onde os convidados recitavam poemas de vários autores, como Casimiro de AbreuGonçalves DiasCastro AlvesJunqueira Freire e os potiguares Lourival AçucenaAreias Bajão e Segundo Wanderley.[4]

A Fustração Amorosa[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1895, Auta conheceu João Leopoldo da Silva Loureiro, promotor público de sua cidade natal, com quem namorou durante um ano e de quem foi obrigada a se separar pelos irmãos, que preocupavam-se com seu estado de saúde. Pouco depois da separação, ele também morreria vítima da tuberculose. Esta frustração amorosa se tornaria o quinto fator marcante de sua obra, junto à religiosidade, à orfandade, à morte trágica de seu irmão e à tuberculose. A poetisa, então, encerrou seu primeiro livro de manuscritos, intitulado Dhálias, que mais tarde seria publicado sob o título de Horto.

Morte e homenagens póstumas[editar | editar código-fonte]

Auta de Souza veio a falecer em 7 de fevereiro de 1901, a uma hora e quinze minutos, em Natal, em decorrência da tuberculose. Foi sepultada no cemitério do Alecrim, em Natal, mas em 1904 seus restos mortais foram transportados para o jazigo da família, na parede da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Macaíba, sua cidade natal.
Em 1936, a Academia Norte-Riograndense de Letras dedicou-lhe a poltrona XX, como reconhecimento à sua obra.
Em 1951, foi feita uma lápide, tendo como epitáfio versos extraídos de seu poema Ao Pé do Túmulo:

"Noite Auta, Céu Risonho"[editar | editar código-fonte]

Em 12 de setembro de 2008, durante as comemorações do nascimento da poetisa em sua cidade natal, foi lançado o documentário "Noite Auta, Céu Risonho", escrito e dirigido por Ana Laudelina Ferreira Gomes, professora e pesquisadora da UFRN,[5] e produzido pela TV Universitária, em parceria com o Núcleo Câmara Cascudo de Estudos Norte-Riograndenses.[6]
O documentário teve um orçamento de 20 mil reais e levou quatro meses para ser gravado.[6] Suas cenas foram filmadas em MacaíbaRecife e Natal e Auta foi interpretada pela atriz potiguar Marinalva Moura.[5]

Obra[editar | editar código-fonte]

Colaborações em jornais e revistas[editar | editar código-fonte]

Aos dezoito anos, passou a colaborar com a revista Oásis, e aos vinte escrevia para A República, jornal de maior circulação e que lhe deu visibilidade para a imprensa de outras regiões. Seus poemas foram publicados no jornal O Paiz, do Rio de Janeiro. No ano seguinte, passaria a escrever assiduamente para o prestigiado jornal A Tribuna, de Natal, e seus versos eram publicados junto aos de vários escritores famosos do Nordeste. Entre 1899 e 1900, assinou seus poemas com os pseudônimos de Ida Salúcio e Hilário das Neves,[7] prática comum à época.
Também foi publicada nos jornais A Gazetinha, de Recife, e no jornal religioso Oito de Setembro, de Natal, e na Revista do Rio Grande do Norte, onde era a única mulher entre os colaboradores.[4]
Venceu a resistência dos círculos literários masculinos e escrevia profissionalmente em uma sociedade em que este ofício era quase que exclusividade dos homens, já que a crítica ignorava as mulheres escritoras. Sua poesia passou a circular nas rodas literárias de todo o país, despertando grande interesse. Tornou-se a poetisa norte-rio-grandense mais conhecida fora do estado[5][7][8]

Horto[editar | editar código-fonte]

Em 1900, publicou seu único livro, Horto, de significativa repercussão e cujo prefácio foi escrito por Olavo Bilac, o poeta brasileiro mais célebre daquela época.
Edições de Horto:
  1. 1900 (Rio de Janeiro), com prefácio de Olavo Bilac. Esgotou-se em dois meses.
  2. 1910 (Paris), contendo nota biográfica de seu irmão Henrique Castriciano
  3. 1936 (Rio de Janeiro), com prefácio de Alceu Amoroso Lima (o Tristão de Ataíde)
  4. 1964 (Natal), incluiu 17 poemas inéditos da escritora
  5. 2001 (Natal), com um estudo crítico de vida e obra.

Poemas musicados[editar | editar código-fonte]

Mário de Andrade, em 12 de junho de 1927.
Catorze de seus poemas foram musicados por artistas regionais, como Abdon Álvares TrigueiroCirilo LopesEduardo MedeirosHeronides de França e Cirineu Joaquim de Vasconcelos, embora sem registro em partitura. Apenas dois de seus poemas têm registro fonográfico (Rezando e Caminho do Sertão). Os demais foram transmitidos apenas pela tradição oral, em modinhas cantadas na escola e em festividades.
O poeta paulistano Mário de Andrade, em sua obra Um Turista Aprendiz, cita esses poemas musicados, que ouvira em sua viagem a Natal, na década de vinte:
O cancioneiro de Auta de Sousa é composto pelos seguintes poemas:
A suposta obra póstuma de Auta de Sousa (ver abaixo) também foi musicada, tendo inclusive registro fonográfico.

Supostos poemas póstumos[editar | editar código-fonte]

Em 2008, a Federação Espírita Brasileira listou treze instituições espíritas (centros, núcleos, recantos, sociedades, fraternidades e uma fundação) em oito estados brasileiros que adotavam o nome da poetisa potiguar. Em 3 de março de 1953, foi criada em São Paulo, Por Nympho de Paulo Corrêa a Campanha de Fraternidade, que mais tarde se tornou Campanha de Fraternidade Auta de Souza, que acontece em centenas de centros espíritas em todo o pais e no exterior.
espiritismo se atencionou muito à vida de Auta de Sousa. Chico Xavier, por exemplo, escreveu Auta de Souza, com sonetos, atribuídos ao espírito da poetisa, no processo chamado psicografia. Ele também publicou Parnaso de Além-Túmulo (1932), reunindo uma variedade de poesias que, segundo os kardecistas, são de autoria de poetas já mortos, como Auta. Os títulos abaixo estão entre os poemas publicados por Chico Xavier de autoria atribuída a Auta de Sousa:[9]
  • Agora
  • Alma Querida
  • Auxilia
  • Avancemos
  • Bendize
  • Caridade
  • Do Pícaro ao Lodo
  • Escuta
  • Essa Migalha
  • Lágrimas
  • Mãos
  • Ora e Vem
  • Oração de Hoje
  • Pensa
  • Rogativa
  • Segue e Confia
  • Vai Irmã
  • Vamos Juntos
Posteriormente, o também médium Manuel Nazareno, natural de Macaíba, cidade em que a poetisa nasceu, divulgou outros poemas que teriam sido ditados por Auta de Sousa.
Onze sonetos da suposta obra póstuma de Auta de Souza psicografada por Chico Xavier foram musicados por Carlinhos Santa Rosa e registrados no CD Presença do Amor, lançado dia 8 de dezembro de 2016 na UNI-RN, universidade que faz parte da Liga de Ensino do Rio Grande do Norte, fundada em 1911 por Henrique Castriciano de Souza, irmão da escritora. São eles:
  • Alguém na Estrada
  • Caridade
  • Essa Migalha
  • Meditação
  • Mensagem Fraterna
  • Oração de Hoje
  • Prece a Jesus
  • Presença do Amor
  • Senhora da Amargura
  • Vamos Juntos
  • Vem e Ajuda
O compositor Carlinhos Santa Rosa é o atual (2017) procurador geral do município de Natal e personalidade das mais atuantes no cenário espírita norte-rio-grandense. Todo trabalho de pesquisa e realização do CD foi autorizado e aprovado pelos herdeiros de Auta de Souza e de Chico Xavier.
Já outras vozes pensam diferentemente, atestando a veracidade dos textos de Chico Xavier, sejam eles poesias ou não, tanto através da análise estilística quanto pelo raciocínio de que seria impossível um só homem imitar com tanta perfeição duas centenas de autores:[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira do Rio Grande do Norte.svgA Wikipédia possui o Portal do Rio Grande do Norte. Artigos sobre história, cultura, atrações, personalidades e geografia.

Referências

  1.  «Linguagem Viva - Auta de Sousa: neo-romântica, simbolista»
  2. ↑ Ir para:a b GOMES, Ana Laudelina Ferreira. Ensaio Poético: Auta de Sousa. Uma poeta de múltiplas marcas culturais. In "Revista da FARN". v.6, n.1/2, p.161-181. Natal, jan./dez. 2007.
  3. ↑ Ir para:a b GOMES, Ana Laudelina Ferreira. Vida e obra de Auta de Sousa. Revista Eletrônica da Fundação Joaquim Nabuco, 2002
  4. ↑ Ir para:a b c «"Noite Auta, Céu Risonho"». Jornal de Hoje. Natal. 2008
  5. ↑ Ir para:a b «"'Noite Auta, Céu Risonho' será exibido hoje no TCP"». Tribuna do Norte. 2008
  6. ↑ Ir para:a b A mulher na literatura - Auta de Sousa
  7.  «Mulheres que se destacam na literatura e na política do RN». Gazeta do Oeste. Mossoró. 2007
  8.  «Poesias de Auta de Souza psicografadas por Chico Xavier». Grupo Espírita Auta de Souza
  9.  «Frases sobre Chico Xavier