domingo, 11 de novembro de 2012


GRATIDÃO ?
UM HOMEM GRATO

Se alguém que não acompanha o mensalão escutasse o voto de Ricardo Lewandowski sobre Ramon Hollerbach pensaria que ele estava dando uma medalha de honra ao mérito ao corrupto e não fixando uma pena de prisão, tamanho os elogios ao caráter e à competência do criminoso.
Ainda bem que, no caso de José Dirceu, Lewandowski não poderá fazer nova exaltação ao corrupto.
Como ele o absolveu, não participará da dosimetria.
* * *
O Ministro Livrandowiski foi indicado para o STF por nossa simpática ex-primeira dama, Dona Marisa, mais conhecida nas rodas sociais por Mudinha.
Ela era muito amiga da família do ministro antes dos Silvas chegarem ao poder, ser canonizados e habitarem o reino dos céus. Lula acatou a sugestão conjugal e deu a canetada. Um critério perfeitamente possível, convenhamos, em se tratando dessa família.
Digo e repito: pode-se acusar Livrandowiski de tudo, menos de ingratidão.
É um homem que sabe dar o devido retorno a quem lhe deu a mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário